Comprar as passagens!

A compra das passagens é mais um momento permeado por todos os sentimentos possíveis. Afinal como escolher o melhor vôo sem gastar muito?

Não há como negar que a escolha do vôo transita entre o financeiro e a desburocratização da documentação a ser apresentada para dar início ao processo de reconhecimento da cidadania Italiana.

Voos com conexão podem ser compros a um preço inferior, contudo ao ingressar por outro país que não a Itália, algum país da área Schengen, será necessário declarar a presença em território italiano, pois para dar entrada no processo de cidadania é necessário informar a data de chegada na Itália.

Assim sendo, ao escolher um vôo direto para a Itália não será necessário comparecer a “questura” para declarar sua presença em território italiano (Fato que reduz a preocupação com mais uma etapa…).

Portanto, na minha opinião, escolher um vôo direito e a melhor escolha, pois se e possível facilitar, pra que dificultar?

Foi o que eu fiz. (Comprei no site da própria compania aérea)

PRÓXIMA PARADA… OPA, SEM ESCALAS…

Como aprender italiano???

Um dos desafios a ser considerado antes de dar inicio ao processo  de “Cittadinanza” na Itália é sem duvidas a língua italiana, pois segundo a legislação italiana para realização do processo na Itália é necessário fixar residência em uma comune italiana.

Não venham pensando que os italianos têm a obrigação de saber o nosso português, porque eles não farão a mínima questão de entender!
Então mãos a massa!
Reservem um tempo na agenda para doses massivas de italiano…

WhatsApp Image 2018-11-19 at 06.59.11

– SUGESTÕES de como entrar em contato com a língua italiana mesmo em solo brasileiro sem gastar rios de dinheiro:

Dire, Fare, Partire! (curso gratuito da USP);

Dire, Fare, Arivare! (continuação do curso da USP);

Busuu (tem a versão gratuita);

– Mas Pri, não tenho tempo!
Como aprender sem sentar no banco de uma escola!?

– Pois voltemos a ser crianças:

  1. A imersão é a melhor forma de aprender outra língua, seja italiano, espanhol, inglês, etc…
  2. Youtubers que me ajudaram bastante: Italiano Automatico, Vou Aprender Italiano, Learn Italian with Lucrezia; (Tanto o Alberto, quanto o Perluigi e a Lucrezia, todos tem PodCast no Spotfy)
  3. Escutem musicas em italiano (Sugestões de Bandas: Negramaro, Tiziano Ferro, Selton… e tantas outras)
  4. Assistam desenhos, filmes;

O mais importante e abtuar-se a língua, absorver por meio da escuta, e, depois de muito escutar: as palavras ficarão na cabeça!

Atualmente, tem muito material bom na internet e, vários métodos. Escolha o que você mais tem facilidade.

 

CDAM (Certificado de Direito à Assistência Médica)

Preparar uma viagem é excitante, mas também exige cautela!

A ansiedade sobre as precauções relativas a saúde invadiu-me por noites, pois com a pretensão de ficar algum tempo fora de casa seria necessário pensar em eventualidades….

“- Ma la domanda è”: o que fazer para resguardar-me quanto a eventualidades? Contratar um seguro viagem? Contratar um seguro Saúde?

cdam-seguro-gratuito-portugal-italia1

Analisando as opções, decidi fazer o CDAM!

***O CEDAM NÃO É UM SEGURO VIAGEM!***

– Mas o que é o CDAM? – Onde fazê-lo?

O CEDAM é um documento emitido pelo Ministério da Saúde que garante ao cidadão Brasileiro segurado pelo INSS o acesso aos serviços de assistência médica da rede pública de saúde dos países conveniados (Itália, Portugal e Cabo Verde), sendo que a emissão do certificado é baseada em acordo bilateral firmado por regras diplomáticas estabelecidas pelo Ministério das Relações Exteriores.

Documentos necessário para fazer o CDAM:

  1. Carteira de Identidade;
  2. CPF;
  3. Comprovante de Endereço atualizado com o CEP
  4. Passaporte válido;
  5. Contribuição RGPS (INSS);

Documentos reunidos; é hora de ir a um dos Núcleos Estaduais do Ministério da Saúde  na sua cidade. (verifique no link o da sua cidade).

Com o CDAM em mãos não esqueça de aposti-lar 2 vias. (conforme convenção de Haia)

– Que fácil!!! É só isso???

– Não, não é só isso, pois para que o CDAM tenha validade na Itália é necessário validá-lo em uma Unidade Sanitária Local, no Ufficio Rapporti Internazional!

Logo, a inquietude que me invadiu por noites… agora resume-se em tranquilidade…

 

ONDE REALIZAR O PROCESSO (Brasil X Itália)

Nessa etapa, em que todos os documentos já foram reunidos, traduzidos e apostilados, é necessário decidir onde ingressar com o processo de reconhecimento da cidadania italiana.

BRASIL ou ITÁLIA???

escolha

Em toda escolha sempre existirá prós e contras…

Para dar entrada no BRASIL será necessário cumprir três etapas, são elas:

  1. Preencher e enviar o formulário de solicitação de reconhecimento da cidadania (Modulo di Richiesta – Goiás);
  2. Aguardar a convocação para apresentação dos documentos;
  3. Levar os documentos na data agendada, pagar as taxas exigidas e aguardar a análise dos documentos;
  4. Com a conclusão da análise dos documentos: será feito novas exigências ou será concluído o processo.
  5. Com a conclusão do processo é possível solicitar o documento de identificação de cidadão italiano no exterior.

PRÓS: facilidade de compreensão da língua;

CONTRAS: O que me desencorajou a pleitear o reconhecimento da cidadania italiana no Brasil foi o tempo de espera que pode chegar a até 11 anos para conclusão do processo, conforme relatos.

Obs. se a decisão for em protocolar o processo no Brasil, este deverá ser protocolado na embaixada mais próxima. Exemplo:

Persone residenti nella circoscrizione dell’Ambasciata d’Italia a Brasilia (Distretto Federale, Amapá, Amazonas, Goiás, Pará, Roraima e Tocantins)

 

No entanto se a decisão for dar entrada no processo na ITÁLIA: será necessário…

  1. Preparar a viagem para Itália (esteja ciente que será necessário fixar residência na itália…, pois o processo deve ser dirigido ao prefeito do Comune Italiano de residência do interessado – Legge 91/92 e Circular K28);
  2. adquirir um Seguro Saúde, ou seguro viagem, ou os dois;
  3. Escolher o voo;
  4. Arrumar as malas (não esquecer os documentos: certidões, traduções, CNN, Seguro Saúde e Passaporte)…

OBS. Não se esqueça de checar a validade do passaporte, por favor!
Baseado em fatos reais: uma amiga não olhou a data de validade do passaporte antes da data do voo e quando foi fazer o chek-in no aeroporto, surpresa: o passaporte estava vencido.
ATENÇÃO, nessa altura do campeonato não precisamos de surpresas desagradáveis!